" Viver é a coisa mais rara do mundo, a maioria das pessoas apenas existe."

domingo, 14 de agosto de 2016

LUTO - Vó Maria do Carmo.


Perder uma avó é como perder a nossa segunda mãe, a nossa mãe em uma versão mais sábia, mais paciente e mais carinhosa. É perder muito da doçura da vida.

A mulher que eu nunca vi fraquejar e nem depender de ninguém, aquela que me criou e que esteve presente em praticamente todos os dias da minha vida, me deixou hoje. Nos últimos dias foi difícil ver minha vó e quanto ela estava frágil. Foi difícil ver a luta diária dela para continuar caminhando nessa estrada da vida. Só eu e poucas pessoas sabem o quanto estávamos lutando junto com ela, o quanto sofríamos junto com ela e o quanto chorávamos escondidos dela.

Hoje será mais um dia difícil que carregarei para o resto da vida. Além de ser dia dos Pais e no qual eu não possa abraçar o meu, ainda me lembrarei da minha vó.

Dizem que as pessoas não se vão completamente quando estão vivas em nossas lembranças. E é nisso em que prefiro acreditar.

Agora sua caminhada no céu começou, faça seu papel ai, que nós aqui te manteremos viva em nossos corações.

Meu único pedido é que Deus receba minha vó com o mesmo carinho e amor que toda a família e os amigos tinham por ela.

Que Deus escute minha palavras e me de força, pois eu não aguento mais perder meus familiares.